Garius aposta em NFT no lançamento do single “Girassóis no Meio Dessa Chuva”, confira


Após as águas de Março fecharem a estação do verão, Garius desembarca falando sobre os Girassóis no meio de tempestades em seu mais novo single. Girassóis no Meio Dessa Chuva é o segundo lançamento de uma sequência de tracks do artista apostando na mistura única do Trap com o subgênero da música eletrônica do UK Garage, mais uma vez realizando uma parceria envolvente e cativante com o produtor Lucas Coji

Na faixa, recebemos Garius ditando uma analogia entre o poder do amor no meio do caos e o dos Girassóis no meio de uma chuva. A música encanta pela composição em cima de um instrumental dançante ao mesmo tempo que espiritual, onde o cantor parece dialogar com sua amada. 

Conduzindo muita versatilidade, a música carrega a mudança de um instrumental energético para outro mais calmo em parte da música, além de trazer vozes sampleadas do hit “Se Tá Solteira”, do mineiro FBC, a nova composição do artista apresenta uma narrativa com início, meio e fim.


O som chega acompanhado por um belo Visualizer, sendo gravado e editado pelo videomaker
João Felipe Bides, com Garius dentro de um cenário 3D, montado digitalmente, com direito a Girassóis gigantes crescendo em sua volta - além de uma versão alternativa da arte de capa produzida por Igor Oto disponível para venda em NFT na plataforma OpenSea.

Assim como na faixa “Me Sinto Livre”, as publicações que anteciparam o lançamento de "Girassóis no Meio Dessa Chuva" foram partes essenciais na construção do universo da track. Idealizada por Giuliana Diniz, a campanha de lançamento da faixa contou com algumas mídias postadas na página do Instagram de Garius, como um vídeo em que o artista  conta um pouco mais sobre sua interpretação da música para o público.

Assista ao visualizer de “Girassóis no Meio Dessa Chuva” completo abaixo:


O trabalho já está disponível nas principais plataformas de streaming. Escute abaixo pelo Spotify: 


Garius trocou uma visão direta com a VI$H, revelando detalhes exclusivos por trás da faixa. 

VI$H: Para começar, destrinche o título para o público, por que a faixa foi batizada “Girassóis no Meio Dessa Chuva”?
Garius: O título da faixa é uma analogia com o poder do amor em tempos difíceis. Nela, os Girassóis representam o amor, os sentimentos que nos trazem luz, aquilo que nos lembra que está tudo bem. Já a Chuva, nesse caso, é associada ao caos, ao excesso, àquele momento que tudo está muito e é necessário voltar ao pouco, à base - ao amor.

VI$H: Você tem investido dentro desse ritmo. Mas, gostaríamos de saber quais foram as principais influências para você embarcar nessa onda do Garage?
Garius: Tudo o que ouvimos durante toda a nossa vida vira referência. Nesse processo de construção das tracks no Garage, noto grandes influências desde Disclosure a The Weekend, desde Slowthai a Billie Elish. A ambição é de tornar o subgênero popular no Brasil.

VI$H: Está virando rotineiro suas colaborações com Lucas Coji. Relate como foi trabalhar ao lado do produtor nesta faixa.
Garius: A minha conexão com o Lucas Coji é inexplicável, parece que os parafusos que faltam na minha cabeça faltam na dele também. Na época que eu o conheci, Coji estava transitando de sua extensa carreira no subgênero Trance para Produtor de Trap, R&B - eu já sabia o quão único o som dele era, e já planejava essa junção do Trap com subgêneros da música eletrônica. Nós sabemos o quão esquisitos ficam as tracks quando nos juntamos, e buscamos explorar isso cada vez mais. Existem instrumentais que Coji me manda e só diz “duvido”, como em Me Sinto Livre.
 
VI$H: Não existem muitos trabalhos jogados dentro desta estética, você crê que a o ritmo vá crescer no Brasil?
Garius: O foco é colocar o Garage nos principais palcos do país.  Nós realmente acreditamos no aceitação do subgênero por parte do público e na carência que esse público sente de faixas do estilo. Essa é a nossa aposta.
 
VI$H: O trabalho traz mais novidades, envolvendo vocês no mundo do NFT. Conte mais de onde surgiu essa visão.
Garius: A pouco mais de dois meses, eu e Giuliana Diniz estávamos pesquisando sobre o mundo dos NFT’s ao mesmo tempo que estruturávamos o Plano de Marketing para Girassóis no Meio dessa Chuva. Já trabalhávamos em um Visualizer 3D em que eu estaria em uma espécie de metaverso com Girassóis gigantes e então tivemos um insight de publicar um NFT inspirado no lançamento - e aí começamos o desenvolvimento.
Quando o Matuê soltou semanas depois a notícia que faria um NFT de Vampiro, tivemos mais certeza ainda de que estamos no caminho certo.


VI$H: Viva a diferença, e o investimento no mundo do NFT, como foi adentrar com um material conectado ao seu corre musical dentro da plataforma?
 Garius: Viva a diferença! Essa experiência de disponibilizar uma parte do meu corre como uma cripto moeda foi transformadora. Nós sabíamos que a iniciativa agregaria mais valor ao lançamento, mas a sensação de estar participando de um movimento revolucionário como esse supera as expectativas do Marketing.

VI$H: Você tem vivido uma sequência sincera de lançamentos. Podemos esperar por novas produções em breve?
 Garius: Nós já temos alguns lançamentos agendados para os próximos meses. Saibam que a consistência de lançamentos vai ser mantida e as surpresas também.

VI$H: Mais vez você surpreende com o visualizer que acompanha a faixa. Como fluiu a parte visual do single?
Garius: Logo quando decidimos que Girassóis no Meio dessa Chuva seria lançada, surgiu a ideia do visual: eu em um campo de Girassóis com chuva e Girassóis gigantes crescendo ao meu redor. A partir desse momento, fomos atrás de alguns profissionais em animação 3D e no segundo teste, chegamos ao resultado esperado com o goiano João Felipe Bides. E vocês podem conferir no meu canal do YouTube.
 
VI$H: Deixe aquele recado para os ouvintes que estão flagrando seu corre neste momento.
Garius: Aproveito o espaço para agradecer a todos que se permitem sentir e fortalecem o meu corre. Os feedbacks de vocês me energizam.
É importante lembrar também do poder do pre save para cada lançamento, vocês são colaboradores dos meus sonhos.
Continuem de olho nas minhas redes sociais. Eu Trago novas waves em breve.